São Gonçalo

Em jogo eletrizante, Bela Vista empata com Arraial do Cabo e se classifica!

Com muita emoção! Como não poderia ser diferente, em um jogo que valia a vaga para a segunda fase da Série C do Campeonato Carioca, Bela Vista e Arraial do Cabo proporcionaram aquilo que o torcedor gosta de ver: um jogo de muitos gols, com duas viradas e muita disposição de ambas as partes em realizar uma das melhores partidas do Grupo C.
Fotos: Jéssica Farias/Futebol Gonçalense
Com o placar final em 3×3, melhor para o Bela Vista, que jogava pelo empate e soube tirar proveito da situação, jogando com mais tranquilidade e sem se entregar, mesmo tendo um jogador a menos durante uma parte do jogo. Ao Arraial do Cabo, resta juntar os cacos e tentar aprimorar a  montagem do elenco para a Série C do ano que vem. Com uma equipe que dependia única e exclusivamente das boas infiltrações do atacante João Moreno, ficou evidente que não teria vida longa na competição.
O JOGO
Em um jogo de vida ou morte, as equipes não se acomodaram e logo partiram pro ataque. Tanto ímpeto por parte dos dois clubes, resultou em um gol logo aos 9 minutos de jogo, quando Willian  avançou pela direita, se livrou do marcador, e cruzou na cabeça de Raphael Carioca, que mandou para as redes, inaugurando o marcador. 1×0 para o Bela Vista.
João Moreno comemora seu primeiro gol na partida
O Arraial do Cabo não se abateu com o gol e manteve seu estilo de jogo, priorizando a velocidade dos seus homens de frente, principalmente do bom atacante João Moreno. Com a parada técnica, o treinador Cesar Melo, aos gritos, tentou incentivar a equipe, que voltou com mais posse de bola. Com o domínio do jogo, o gol da equipe cabista era questão de tempo. Após boa jogada de Carleone pela esquerda, bola cruzada para a área, bate e rebate na zaga, e a bola sobra para o artilheiro João Moreno igualar o marcador. 1×1. O Bela Vista acusou o golpe e aos 39 minutos de jogo, sofreu a virada. Lançamento para Flausino, que cruzou na cabeça de João Moreno, sempre ele, escorar e colocar os cabistas na frente. 2×1 e Arraial soberano no jogo.
O goleiro Anderson observa a bola entrar após sua falha
Quando se encaminhava para um intervalo com o placar adverso, o Bela Vista ganhou um presente do goleiro Anderson. O volante da equipe gonçalense, Nelson, cobrou falta de muito longe e o arqueiro adversário aceitou um chute fraco. 2×2, e a expectativa de um segundo tempo ainda melhor.
Na volta do intervalo, o treinador Cesar Melo, do Arraial do Cabo, optou pela troca do goleiro após a falha bisonha no final do primeiro tempo. Anderson saiu e Douglas entrou, porém, pouco trabalhou na segunda etapa. A partida passou a ficar nervosa, as chances ficaram escassas, e os jogadores começaram a abusar das reclamações com o árbitro Márcio de Almeida Rocha, que distribuiu cartões em série para ambas as equipes.
Tantos cartões acabaram complicando o jogo para o Bela Vista, que teve o volante Nelson expulso após entrada dura no meio de campo, recebendo seu segundo amarelo, aos 23 minutos do segundo tempo. O Arraial então se lançou ao ataque desesperadamente para buscar o gol da classificação, porém, pecava na falta de tranquilidade, forçando as investidas em velocidade ao invés de optar pelo toque de bola.
Equipe do Bela Vista comemora muito o segundo gol no jogo
O clima da partida foi ficando ainda mais tenso, devido as seguidas quedas de jogadores da equipe gonçalense, que tentavam ganhar tempo com a catimba. Membros da comissão técnica do Arraial do Cabo e principalmente o presidente do clube, Walquir Pimentel, reclamavam demais do quarteto de arbitragem, cobrando a reposição do tempo de jogo.
O jogo se encaminhava para o final, e num contra ataque de muita raça e vontade, Ewerton brigou pela bola entre os zagueiros do Arraial e tocou no canto do goleiro Douglas, que nada pôde fazer. 3×2 aos 41 minutos do segundo tempo e alegria da comissão técnica da equipe rubra. Com o resultado positivo, o Bela Vista se fechou de vez e passou a esperar o tempo passar. Só que a partida reservava ainda mais emoção e Carleone marcou aos 47, depois de bola espirrada pela zaga gonçalense. 3×3 e esperança renovada para o time da região dos lagos.
Nos últimos dois mintuos de jogo, o que se viu foram bolas alçadas na defesa do Bela Vista, que se segurou como pôde até o apito final. Fim de jogo, e mais uma equipe de São Gonçalo na segunda fase da Série C! Alegria dos estenuados jogadores do Bela Vista e protesto do treinador Cesar Melo, do Arraial do Cabo, parabenizando ironicamente o árbitro da partida pela sua atuação.
Com a classificação garantida, o Bela Vista aguarda a definição do chaveamento da segunda fase, que ao que tudo indica, deve ser formado por: Paduano, Tanguá, Serrano e o próprio Bela Vista.
EM RIO BONITO – No estádio Motorista FC, o Tanguá recebeu o São Gonçalo EC e foi derrotado pelo placar de 1×0. Gol de Rael para os gonçalenses. Com o resultado, a Arara Azul de Tanguá, obteva a sexta melhor campanha da primeira fase e deve formar o Grupo G junto com: Paduano, Serrano e Bela Vista. O SGEC deve ter a companhia de: Rubro Social, São José e SGFC.

ATUALIZAÇÃO (01:49): Após análise mais apurada do regulamento, segue nos dois últimos parágrafos, os chaveamentos corretos da segunda fase.

1 comentário

  1. O treinador Cesar Melo, do Arraial do Cabo, deveria parabenizar a sua equipe de jogadores
    pelo empate e não ao árbitro, culpar o árbitro
    pelo fracasso da equipe é coisa de quem não
    consegue ir longe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s