São Gonçalo

Rumo a final! Na base da garra, São Gonçalo EC supera São Pedro nos pênaltis e está na decisão da Série C Sub-20

Em jogo de duas expulsões e muito nervosismo, gonçalenses mantém o sangue frio e superam adversários nas penalidades máximas

Equipes posam juntas antes do início de jogo. Clima durante a partida foi quente.

Dramático. Assim foi o duelo entre São Gonçalo EC e São Pedro, na tarde desta segunda-feira (29), no Clube Esportivo Mauá. Duas expulsões, três gols e muita reclamação foram os ingredientes do embate entre dois grandes clubes, que acabou premiando o São Gonçalo EC, que está na final da competição.

Patrick abriu o placar para os visitantes, com Mariel e Wender virando o marcador a favor dos donos da casa. Como o São Pedro havia vencido o confronto de ida por 1 a 0, a decisão de quem seria o finalista foi para a marca da cal. Sem errar nenhuma cobrança, os gonçalenses levaram a melhor, mandando quatro bolas para a rede, enquanto o adversário desperdiçou duas cobranças.
O jogo 
Mal a bola rolou e o São Gonçalo EC não fez cerimônia. No primeiro minuto, Cigano já recebeu bola cara a cara com o goleiro e chutou em cima do arqueiro. O lance demonstrou bem o que seria a partida, com os mandantes correndo atrás do resultado.
O São Pedro segurou a pressão nos cinco minutos iniciais e jogou um balde de água fria nos gonçalenses. Aos seis minutos, Patrick cobrou falta da meia lua, com maestria, tirando as chances de defesa para o goleiro Victor Hugo e tirando o zero do placar. 1×0 para o São Pedro.
Jogadores e comissão técnica do São Pedro reclamam de uma das expulsões

Atordoado com o gol sofrido, o São Gonçalo EC passou por momentos difíceis, sem conseguir assustar o adversário. Somente aos 22 minutos, Will chutou com força e goleiro fez grande defesa. Na sobra, Mariel acertou a trave e a bola ainda passeou caprichosamente por toda linha de fundo.

Com a cabeça no lugar, os gonçalenses voltaram a acuar o adversário, que apenas se defendia, até que aos 26 minutos, após bate e rebate dentro da área, Mariel acertou lindo chute e igualou o marcador. O gol deixou o São Pedro fora de si e totalmente sem controle. Aos 37, o lateral esquedo Cassiano fez falta dura em Índio, no meio de campo, e foi expulso com um vermelho direto. O lance gerou muita reclamação por parta da comissão técnica da equipe da região do lagos.
Só que a situação ficaria ainda mais complicada para os visitantes. Aos 41, foi a vez de Isaac ser colocado para fora, após dar um pisão no atacante Edu, do São Gonçalo EC. O lance praticamente decretou o fim da primeira etapa debaixo de muita reclamação e protesto.
Segundo tempo tem queda de ritmo e gol salvador para o São Gonçalo EC

Wender finaliza com força e decreta a virada do São Gonçalo EC

Após um primeiro tempo tumultuado, não poderia se esperar uma segunda metade de partida diferente. Com um ritmo alucinante, os donos da casa conseguiram o gol salvador, que levaria a decisão para os pênaltis. O lateral esquerdo Felipe, que teve grande atuação, fez linda jogada pela linha de fundos e rolou para Wender, que fechou com um belo chute, decretando a virada aos 4 minutos. 2×1.

Sem forças para reagir e com seus atletas esgotados por correr com dois jogadores a menos, o treinador do São Pedro, Edson Martins, fechou o sistema defensivo, com o intuito de ganhar tempo e levar para as penalidades.
O São Gonçalo EC continuava pressionando, mas sem a efetividade de outrora. Tirando alguns lances esporádicos, o goleiro Caio, do São Pedro, pouco teve trabalho até o apito final. Enquanto os gonçalenses viam o tempo passar e gol não sair, os visitantes ganhavam tempo, com jogadores caídos no chão, sentindo muito o esforço físico.
Sem tempo para mais nada, a decisão foi para os pênaltis, elevando ainda mais o nível de emoção e tensão, que já era grande por ambos os lados.
Com 100% de aproveitamento e com apoio da torcida, São Gonçalo EC carimba passaporte à grande final

Elenco e comissão técnica do SGEC comemora classificação para a final

Nervos a flor da pele e a torcida pressionando contribuíram para um clima de decisão nas penalidades. Primeiro a cobrar, Jessé, do São Pedro, correu para a bola aos gritos de “chupetinha” emitidos pela torcida da casa, remetendo ao famoso personagem Adauto, da novela Avenida Brasil. Na cobrança, bola por cima do gol e caminho aberto para o São Gonçalo EC abrir vantagem.

A partir daí, Helber, Wender e Mariel converteram a favor dos gonçalenses. Bill e Isaias também mandaram para o gol em favor do São Pedro, até que o zagueiro Alessandro teve a responsabilidade da quarta cobrança, que poderia decidir o rumo do jogo. Novamente, em um chute sem direção, a bola subiu demais e sacramentou a vitória do São Gonçalo EC.
Tristeza e revolta pelo lado do São Pedro, que digeriram mal a atuação confusa da arbitragem. Alegria e superação por parte do São Gonçalo EC, que comemorou como um título a classificação à final. Emocionado, o treinador Fabio Raulino mal conseguia falar.
Com o elenco reunido e um discurso emocionado, Fabio declarou a alegria de dirigir um grupo de tamanha superação e teve o carinho retribuído pelos seus comandados. O foco agora é na final, diante do Arraial do Cabo, que se garantiu ao superar o Paduano. O primeiro duelo, já no próximo domingo (04), será no Clube Mauá. O jogo da volta será na casa do adversário, no dia 11.
FICHA TÉCNICA

SÃO GONÇALO EC (4) 2×1 (2) SÃO PEDRO
Competição: Campeonato Carioca Série C – Categoria Juniores
Local: Clube Esportivo Mauá, São Gonçalo-RJ
Horário/Data: 16:00h, segunda-feira (29/10/12)
Árbitro: Fabricio Ribeiro Aguiar
Assistentes: Carlos Eduardo Lisboa da Silva e Diogo José dos Santos Araujo
4º Árbitro: Marcos Paulo Euzébio da Silva Castro
Cartões amarelos: Diegão (São Gonçalo EC); Caio, Wellington e Isaias (São Pedro) 
Cartões vermelhos: Cassiano e Isaac (São Pedro)
GOLS: Patrick 06’/1ºT (0-1); Mariel 26’/1ºT (1-1); Wender 04’/2ºT (1-2) 
SÃO GONÇALO EC
Vitor Hugo; Walter (Helber, 23’/2ºT), Índio, Diegão e Felipe (Matheus Souza, 31’/2ºT); Mariel, Vitão, Will e Wender; Cigano (Lucas Gonçalves, 27’/2ºT) e Edu
Técnico: Fábio Raulino
SÃO PEDRO
Caio; Patrick, Artur, Alessandro e Cassiano; Wellington (Guilherme, 04’/2ºT), Isaias, Isaac e Tom (Jessé, 41’/1ºT); Vinicius (Bill, 10’/2ºT) e Juninho
Técnico: Edson Martins
LEIA MAIS:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s