Uncategorized

No Itaboraí, ex-jogador Brener é o ‘professor’ dos atacantes

Ex-atleta que surgiu no Vasco da Gama passa sua experiência aos jogadores do clube de sua cidade natal

No Itaboraí, Brener ensina e os atacantes do elenco aprendem os triques.
Foto: Gabriel Farias.

Na Associação Desportiva Itaboraí os atacantes recebem atenção especial. A preocupação com o desempenho dos homens de frente é tanta, que o clube investiu na contratação de um auxiliar técnico específico da posição. Trata-se do ex-jogador Brener, de 40 anos. Nascido na cidade, ele ficou conhecido por sua passagem no Vasco da Gama, que teve início em 1995 e terminou em 1998.


No cruzmaltino Brener surgiu como uma joia das categorias de base e teve a sorte de pegar uma safra de monstros sagrados do futebol brasileiro, como os atacantes Edmundo, Luizão e Evair. O período de aprendizado se transformou em experiência. Hoje, depois da aposentadoria, vai ajudando o Itaboraí, que disputa a Série C do Rio.

– Procuro passar para os atacantes meus conselhos. Joguei com os melhores e a mesma contribuição que recebi, hoje passo para eles. Buscava absorver tudo que eles tinham de bom. Joguei com Edmundo, com Romário, Evair, Donizete e Luizão. Eu escutava bastante. Sou realizado no que fiz. Fora de campo estou feliz agora nessa função – diz Brener, que espera levar o Itaboraí à elite do futebol carioca.

– Tinha o sonho de ser jogador e agora tenho um maior, que é levar a ADI para a primeira divisão. Ano passado batemos na trave e esse ano esperamos conseguir. Claro que vamos passando etapa por etapa até alcançar esse objetivo.

Inspiração para os jovens centroavantes

Raí e Diegão são os responsáveis por empurrar a bola para as redes no Itaboraí. Titular neste início de Série C, Raí fez três gols em três partidas, alcançando uma boa média. Ele lembrou que quando soube que Brener estava no clube, ganhou ainda mais motivação para acertar.

– Fiquei muito feliz quando soube que ele estava aqui. Sei de tudo que ele passou e fiquei muito animado em trabalhar com ele.

Para Diegão é importante contar com um auxiliar-técnico específico para o ataque. Nos jogos, a confiança aumenta, diz o atleta.

– É um prazer para todo jogador ter um treinador como o Brenner e aprender com a experiência dele. A gente procura ouvir os conselhos que ele passa em campo. Tentamos absorver tudo que tem de bom nele. Tanto pra mim quanto para o Raí, acaba passando mais confiança.

//s7.addthis.com/js/300/addthis_widget.js#pubid=xa-5124dacb274b6188

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s