Outras Notícias

Novidade: Copa das Comunidades Niterói e São Gonçalo começa neste domingo

Competição, que será realizada pela primeira vez, contará com 20 times de favelas de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Rio de Janeiro

A primeira edição da Copa das Comunidades Niterói e São Gonçalo começa neste domingo (1º), com a rodada de abertura sendo realizada no Campo do 12º BPM de Niterói, no Centro.  O local será a casa da competição para atletas até 17 anos. E não vão ser apenas as duas cidades que dão nome à competição que vão contar com representantes. Itaboraí e Rio de Janeiro também vão ter suas equipes para torcer.

Jovens de 20 comunidades do Rio de Janeiro vão estar na disputa da competição. Foto: Gabriel Farias.
Jovens de 20 comunidades do Rio de Janeiro vão estar na disputa da competição. Foto: Gabriel Farias.

A iniciativa surgiu a partir de um grupo de representantes de comunidades carentes de Niterói e São Gonçalo. A ideia foi ganhando força e adquiriu ainda mais peso com o apoio do 12º BPM de Niterói, que disponibilizou sua estrutura esportiva sem custos para que a competição fosse realizada.

A Copa das Comunidades contará com 20 participantes. Na primeira fase as equipes serão divididas em quatro grupos de cinco componentes cada. Os dois melhores de cada chave avançam para as eliminatórias. Os jogos acontecerão sempre aos domingos, no 12º BPM. A disputa se extenderá até o dia 20 de dezembro, quando ocorre a final.

Grupo A: Santa Rosa, Cavalão, Ititioca, Sossego e Morro do Castro
Grupo B: Complexo da Coruja, Grota de Niterói, Nova Brasília, Bumba e Jockey
Grupo C: Jardim Miriambi, Menino de Deus/Escadão, Jardim Bom Retiro, Vila Croácia e Complexo do Marambaia
Grupo D: Guaratiba, Palácio, Cafubá, Reta de Itaboraí e Brejal

Chance para os atletas demonstrarem potencial

A Copa das Comunidades será disputada na categoria sub-17, mas cada equipe poderá escalar também três jogadores com 18 anos completos. O time da Ititioca, que foi campeão da Série B da Taça das Favelas, espera fazer um bom papel também na Copa das Comunidades.

— Jogamos juntos há um ano e temos um time forte, que foi bem na Taça das Favelas. A Copa é uma grande oportunidade para demonstrarmos nosso potencial sem ter que ir para o Rio de Janeiro — disse Matheus Wanderley, de 17 anos.

Gabriel Freire, que também possui 17 anos, vai representar o Complexo do Marambaia e acredita num bom desempenho de seu time.

— Estamos entrosados e chegaram algumas peças novas para essa disputa — revelou.

União das comunidades e apoio do batalhão foram fundamentais

Um dos organizadores da Copa das Comunidades, Jefferson Fabiano, 34, explica que a iniciativa de criação do torneio veio a partir da necessidade de movimentar o cenário esportivo das comunidades de São Gonçalo e Niterói.

— Estamos acostumados a jogar no Rio de Janeiro e o custo é muito grande. Aqui não tinha nada. Articulamos a ideia e logo foram se juntando mais pessoas. Fizemos uma rede e abrimos até mesmo para duas comunidades convidadas do Rio de Janeiro (Guaratiba e Vila Croácia) — explicou Jefferson, que festejou também o apoio do 12º BPM de Niterói.

— Assim que trouxemos a ideia o comandante Fernando Salema abriu as portas do batalhão. Conseguimos o campo sem custos até o final do ano. Foi uma conquista muito importante.

A cobertura completa da Copa das Comunidades Niterói e São Gonçalo você confere aqui, no Portal Futebol Gonçalense.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s