Copa Rio Gonçalense

Tradição de adversários não mete medo em Mário Marques, que exalta Gonçalense

Treinador destacou o feito alcançado pelo Tricolor, avançando na primeira fase da Copa Rio exercendo soberania sobre times mais conhecidos

Madureira, Portuguesa e Audax Rio. Esse será o caminho do Gonçalense na segunda fase da Copa Rio. O Tricolor vai precisar jogar bola dentro de campo e ainda superar o peso da camisa dos oponentes, que pesa a favor dos dois primeiros adversários. Mas isso não é algo que preocupa o treinador Mário Marques.

Treinador elogiou postura do Gonçalense em vitórias como a sobre o Bangu. Foto: Gabriel Farias.
Treinador elogiou postura do Gonçalense em vitórias como a sobre o Bangu. Fotos: Gabriel Farias.

A campanha do Lense na primeira fase é o combustível para que todos acreditem em mais uma classificação. No Grupo A, o time de São Gonçalo deixou para trás times tradicionais como Bangu, Friburguense e Resende. Numa chave onde era considerado azarão, acabou avançando em primeiro lugar, tendo alcançado a vaga com três rodadas de antecedência.

— Se analisar o grupo que pegamos, foi um dos mais fortes. Só existia nós e o Angra (que não são da elite). O restante eram três times da primeira divisão e acostumados com ela, como Bangu, Friburguense e Resende. A diferença é que o time que passa para a segunda fase está mais encorpado e com mais moral, mas todos os jogos são difíceis — analisou Marques, que acredita no título, mas já faz um balanço positivo do que o Gonçalense fez na competição.

— A equipe vem numa campanha legal e avançou com três rodadas de antecedência. O clube está num caminho legal. Reforçamos a base da Série B e mostramos que a Copa Rio é importante, que pode dar uma vaga na Série D (do Brasileiro), independente de camisa. O presidente entendeu isso e por isso conseguimos montar um grupo forte.

Time B recebe elogios

No empate contra o Resende, que marcou o fim da primeira fase, Mário Marques optou por observar seu elenco, dando chance a atletas que não vinham sendo tão aproveitados na Copa Rio. O balanço foi positivo. Apesar do empate sem gols, o que se viu foi um Gonçalense dominante, com muitas oportunidades criadas.

Time reserva, utilizado contra o Resende, recebeu elogios.
Time reserva, utilizado contra o Resende, recebeu elogios.

— O desempenho foi bom. Mantivemos só o Julio (de titular) no gol e o restante mesclamos atletas da base com outros do time principal. Criamos chances, onde o goleiro deles fez três defesas boas. Fizemos uma boa marcação e tivemos a chance de ganhar. No geral foi bom. Apresentamos uma postura e mantivemos o primeiro lugar do grupo, que era o objetivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s