Copa Rio Gonçalense

Gonçalense busca empate valioso contra Portuguesa e se aproxima das semifinais

Tricolor depende somente de mais um ponto contra o Audax, no próximo sábado (7), em Moça Bonita, para seguir adiante na Copa Rio

Por Gabriel Farias

Num dos grandes duelos do futebol do Rio de Janeiro em 2015, o Gonçalense
visitou a Portuguesa, pela Copa Rio, empatando em 1 a 1, nesta quarta (04/11),
no Estádio Luso Brasileiro. O Tricolor de São Gonçalo manteve a primeira
colocação do Grupo E, com quatro pontos, enquanto a Lusa vem em segundo,
com dois.

Nélo é acompanhado de perto por Alex Carioca. Fotos: Gabriel Farias.
Nélo é acompanhado de perto por Alex Carioca. Fotos: Gabriel Farias.

O resultado acabou sendo comemorado pelo Gonçalense, que necessita
somente de mais um ponto no próximo sábado (7), contra o Audax, para
garantir a vaga nas semifinais. Mesmo que perca, o Tricolor ainda poderá
avançar de fase, desde que haja empate no confronto entre Madureira e
Portuguesa.

Técnica prevalece e torcedores veem bom jogo no Luso Brasileiro

Duas equipes técnicas, com bons jogadores em todos os setores. Só o que
poderia acontecer era um bom jogo. E foi o que se viu no Luso Brasileiro. Os
dois times se alternaram no ataque com frequência. Quem chegou primeiro foi
o Gonçalense. Sales lançou João, que chegou batendo cruzado. Luciano
pegou em dois tempos.

A Lusa focava em atacar pelo lado direito, utilizando o lateral-direito Belarmino.
Foi o camisa dois que saiu enfileirando aos oito minutos e cruzou para a área.
Allan quase completou. A resposta do Tricolor quase foi fatal. Sabão cobrou
escanteio aos 18 minutos e Anderson testou no travessão, com o arqueiro da
Lusa completamente batido.

João tenta dar prosseguimento na bola aérea tricolor.
João tenta dar prosseguimento na bola aérea tricolor. Atacante apareceu bem durante os 90 minutos.

Após a parada técnica, o ritmo seguiu acelerado. Belarmino arriscou de longe,
Julio soltou e Diego Maia fuzilou na sobra, com a bola passando próxima do
travessão. Em seguida, aos 34, Pessanha triscou cruzamento com a cabeça e
acertou o poste direito de Julio. Antes do intervalo, Sabão ainda aproveitou
saída de bola errada da Portuguesa, rolou para João, que mandou sem
direção.

Emoção prevalece até o último minuto

Na volta do intervalo a Portuguesa conseguiu impor seu ritmo. E o gol veio aos
11 minutos, em cobrança de escanteio executada por Allan. No primeiro pau,
Claudio Pagodinho se antecipou e testou no canto oposto, vencendo Julio e
inaugurando o placar: 1 a 0.

O Gonçalense se viu acuado pela Lusa, que passou a criar mais chances.
Romarinho, que veio do banco, teve duas oportunidades para resolver o jogo,
mas não aproveitou. O Gonçalense começou a equilibrar aos 30 minutos,
quando Sabão arriscou de longe e Luciano soltou chute fácil. João e Talis se
atrapalharam no rebote.

Dois minutos depois, a recompensa. Em jogada trabalhada, que começou a
ser construída pela esquerda, o Tricolor foi girando até o lado oposto, onde
Dyeguinho teve espaço para escolher o canto e finalizar com precisão: 1 a 1. A partir daí o confronto mudou de cara e os visitantes passaram a tomar conta.

Partida se manteve equilibrada até o último minuto no Estádio Luso Brasileiro.
Partida se manteve equilibrada até o último minuto no Estádio Luso Brasileiro.

O melhor momento para o Gonçalense virar veio aos 36 minutos, quando
Sabão entrou de frente para o goleiro e finalizou forte. Luciano defendeu e o
rebote sobrou no atacante, que abriu em João. Após bate e rebate incrível
dentro da área, Rato pegou a sobra e chutou. A redonda se ofereceu
novamente para João, que mandou no canto, mas parou em Luciano
novamente.

Acha que acabou? Nem pensar. Nos acréscimos ainda deu tempo de Talis
receber cobrança de lateral na área, girar e bater na rede pelo lado de fora.
Sem força, a Portuguesa ainda teve um último suspiro. Joseph errou a saída
de bola e entregou no pé de Alex Carioca, que errou o alvo de cara com Julio.

Ficha Técnica
Portuguesa 1×1 Gonçalense
Copa Rio – 2ª Fase – 2ª Rodada
Estádio Luso Brasileiro, Ilha do Governador (RJ)
Dia 4 de novembro (quarta-feira) – 16h

Árbitro: Wellington Mendonça de Mello
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Wendel de Paiva Gouvêa
Cartões Amarelos: Silvano (POR); Sabão (GON)

Gols: Claudio Pagodinho, 11’/2ºT (1-0); Dyeguinho, 32’/2ºT (1-1)

Portuguesa
Luciano; Belarmino, Pessanha, Allan Miguel e Diego Maia; Alex Carioca,
Silvano, Lucas Coutinho e Bruno Andrade (Romarinho); Claudio Pagodinho
(Adriano) e Allan (Fabricio). Técnico: Didinho

Gonçalense
Julio; Sales, Joseph, Anderson e Rato (Thiaguinho); Gustavo Moura (Giovanni),
Dyeguinho e Nélio (Talis); William Amendoim, Sabão e João. Técnico: Mário
Marques


VEJA TAMBÉM
Classificação da Copa Rio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s