Gonçalense

Serginho lembra de experiências anteriores para reforçar fé no Gonçalense

Jogador teve passagens marcantes por Bonsucesso e Barra da Tijuca, onde esteve disputando o acesso à elite estadual

REDAÇÃO FUTEBOL GONÇALENSE
_MG_2794
Serginho disputará sua sétima Série B, agora no Tricolor. Foto: Gabriel Farias.

No jovem elenco montado pelo Gonçalense, onde poucos jogadores disputaram a Série B Estadual, um jogador se destaca pela vasta experiência na competição. Prestes a disputar sua sétima edição da Segundona, o volante/lateral Serginho sabe como é conquistar o acesso, assim como já viveu a decepção de chegar perto e não conseguir.

Em 2013, pelo Bonsucesso, conseguiu a tão sonhada vaga na elite estadual num elenco que mesclava atletas rodados com outros mais jovens. Na temporada seguinte, pelo Barra da Tijuca, chegou perto de repetir o feito, caindo somente no triangular final, onde o time da Zona Oeste deixou escapar o objetivo.

— No Bonsucesso tinha muita experiência, mas alguns jovens também. Eu era de um grupo de atletas mais rodados, mas mesclamos com os garotos e o diferencial foi a união, com respeito entre os jogadores, sem trairagem. No Barra da Tijuca também aconteceu isso. Nesses dois clubes o que nos fez chegar longe foi a união, sem vaidade — indicou.

Serginho ressalta ainda que é preciso ter cuidado na transição entre categorias de base e time profissional. Como a maioria do elenco tricolor é proveniente dos juniores, ele dá o recado: é preciso ter personalidade.

— No Gonçalense temos tudo para dar certo e depende dos garotos. A época da base já passou e agora o profissionalismo é totalmente diferente e eles precisam ter essa consciência. Eles sabem que o campeonato está próximo e tem aquele ditado: “camarão que dorme a onda leva”. Eles precisam saber que o tempo passa — aconselhou.

Confiança na comissão técnica

Acostumado a ser comandado por técnicos considerados medalhões no futebol do Rio de Janeiro, Serginho terá como treinador no Gonçalense o jovem Thiago Thomaz, vice-presidente do clube, que terá sua primeira experiência na função, auxiliado por Cláudio Pinduca.

— O trabalho do Thiago, Pinduca e toda comissão está sendo bem feito e depende da gente. Temos que ter personalidade, não pipocar nos jogos e fazer o que estamos fazendo nos treinos. Se repetirmos isso, não vou dizer que seremos favoritos, mas vamos dar trabalho e se der brecha vamos chegar — encerrou Serginho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s