Itaboraí

NA FINAL! Itaboraí bate o Sampaio e decide a Taça Santos Dumont

Águia é melhor do início ao fim no Alzirão e consegue novo triunfo sobre o Galinho da Serra

REDAÇÃO FUTEBOL GONÇALENSE
_MG_7607
Itaboraí despachou o Sampaio no Alzirão. Foto: Gabriel Farias.

O Itaboraí é finalista da Taça Santos Dumont, primeiro turno da Série B do Campeonato Carioca. Na tarde deste sábado (23), a Águia do Leste Fluminense derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 0, no Alzirão, pelo jogo de volta das semifinais. No primeiro encontro, há uma semana atrás, a ADI já havia levado a melhor, fazendo 2 a 0 na Região dos Lagos. Dessa vez os gols foram marcados por Vitor Borges e Willian Bersan.

Com a vaga em mãos, o Itaboraí passa agora a focar no Nova Iguaçu, que será seu oponente na disputa pelo título. A primeira partida acontece na quarta (27), no Alzirão. O duelo decisivo será no sábado, dia 30, no Laranjão. Como teve melhor campanha na fase classificatória, além de jogar o segundo jogo em casa, o Nova Iguaçu também possui a vantagem de dois empates.

O jogo – O Alzirão recebeu bom público mais uma vez. As dependências do alçapão logo se encheram para ver um time modificado, com Fumaça e Vitor Borges no ataque. E Vitor teve grande atuação. Foi dele o passe para Willian Bersan entrar em velocidade, aos 23 minutos do primeiro tempo, e ser derrubado na grande área. Pênalti que Vitor Borges não desperdiçou: 1 a 0.

O primeiro tempo seguiu movimentado, com as duas equipes se alternando no campo de ataque. Antes do apito final, Edmário foi expulso por entrada dura em Vitor Borges. Uma confusão se formou e também sobrou para o lateral Crispim, do Itaboraí, que recebeu o cartão vermelho de maneira direta.

Na volta do intervalo, apesar de possuir conforto no placar, foi o time mandante que seguiu mais próximo do gol. Willian Bersan e Fumaça tiveram boas chances, mas não conseguiram balançar as redes. Bersan, no entanto, teve uma segunda oportunidade, e não titubeou. Jeferson Paulista descolou lançamento primoroso e o meia bateu no canto, na saída de Leandro Alcacis: 2 a 0.

Tranquilo e calmo com o resultado, o Azulão passou a administrar os minutos finais. Enquanto isso o Sampaio Corrêa abusava do nervosismo, o que deixou a reta final do confronto tensa. O árbitro, no entanto, conseguiu contornar os desentendimentos. E a festa ficou com o Itaboraí, que vai à final cheio de moral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s